CM7

 
Manaus, 24 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Amazonas / PIM / Medidas fiscais servirão como ‘plano de voo’, diz Meirelles

Medidas fiscais servirão como ‘plano de voo’, diz Meirelles

Da redação | 23/05/2016 11:30

SÃO PAULO – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse na manhã desta segunda-feira que o pacote de medidas que será apresentado amanhã servirá como um “plano de voo” para “endereçar o problema do déficit” de R$ 170,5 bilhões, revelado na última sexta-feira pelo governo do presidente interino, Michel Temer. Segundo o ministro, que não quis antecipar detalhes das medidas, essas primeiras ações serão “administrativas e legislativas” e visam ter efeitos de longo prazo. O próximo passo deverá abranger o setor produtivo.

— O processo começa por um controle rígido e rigoroso dos gastos públicos. A maior arrecadação virá como consequência — afirmou após participar de evento, nesta manhã, em São Paulo.

O ministro ressaltou que outros anúncios de pacotes serão feitos e o próximo deverá incluir medidas para o setor produtivo.

Meirelles afirmou ainda haver um clima de ansiedade, na imprensa e na população, em relação às medidas e uma expectativa de que essas ações não resultem em erros, mas explicou que só o diagnóstico do problema fiscal consumiu a primeira semana de trabalho da equipe econômica do governo interino.

— A ideia é ter um plano de voo com medidas que tenham efeito plurianual e permanente — contou.

Segundo Meirelles, a equipe econômica ainda está trabalhando na elaboração do pacote de medidas. O principal objetivo do anúncio, disse, é dar uma linha de ação que, sendo aprovada pelo Congresso, já auxiliará na retomada da confiança de todos, com a sinalização de que as finanças públicas estarão evoluindo.

Ele salientou que o anúncio “não pode ser uma mera declaração de vontade ou apenas medidas de curto prazo”.

— Em consequência, esperamos que haja a volta da confiança das famílias e empresários, o que resultará na retomada da atividade e em consequência a recuperação da arrecadação tributária.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA