CM7

 
Manaus, 23 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Amazonas / PIM / Criação de vagas desacelera nos EUA para menor nível em 5 anos

Criação de vagas desacelera nos EUA para menor nível em 5 anos

Da redação | 03/06/2016 10:40

WASHINGTON – A economia dos Estados Unidos criou em maio o menor número de vagas em mais de cinco anos, prejudicada pela greve de funcionários da Verizon e pela queda do emprego no setor de produção de bens. O dado indica fraqueza no mercado de trabalho, o que pode tornar mais difícil a elevação dos juros pelo Federal Reserve (Fed, banco central do país) em breve. Por outro lado, a taxa de desemprego recuou de 5% para 4,7%, atingindo a menor marca em quase nove anos.

A criação de vagas fora do setor agrícola ficou em apenas 38 mil no mês passado, menor ganho desde setembro de 2010, informou o Departamento de Trabalho nesta sexta-feira. O governo informou que a greve de um mês na Verizon deprimiu o crescimento de vagas em 34 mil.

A geração de postos de trabalho em maio ficou bem abaixo das 123 mil novas vagas abertas em abril. Também ficou longe da expectativa dos analistas do mercado financeiro, que projetavam 160 mil novos empregos, embora eles alertassem que o dado poderia ser afetado pela greve na Verizon, como de fato foi.

Já a taxa de desemprego caiu 0,03 ponto percentual, para 4,7%, o menor nível desde novembro de 2007. Economistas consultados pela Reuters esperavam criação de 164 mil vagas em maio e queda da taxa de desemprego a 4,9%.

O percentual de desemprego nos EUA é determinado com base em uma pesquisa diferente da que analisa a criação de vagas e que não foi afetada pela greve na Verizon.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA