CM7

     
 
 
Manaus, 19 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Amazonas / PIM / CPI dos Fundos de Pensão eleva para R$ 6,6 bi os prejuízos por má gestão

CPI dos Fundos de Pensão eleva para R$ 6,6 bi os prejuízos por má gestão

Da redação | 14/04/2016 16:30

BRASÍLIA – A CPI dos fundos de pensão elevou de R$ 4,264 bilhões para R$ 6,622 bilhões os prejuízos causados por má gestão, fraudes e ingerência política nos quatro maiores fundos de pensão das estatais. Foram investigados 15 negócios realizados por Postalis (dos trabalhadores dos Correios); Funcef (Caixa Econômica Federal), Petros (Petrobras) e Previ (Banco do Brasil).

O valor subiu porque foram incluídas no relatório perdas decorrentes dos investimentos das entidades da Sete Brasil Participações (empresa fornecedora de sondas para a Petrobras), citada da Operação Lava Jato e que está em dificuldades financeiras. Os documentos com os dados destas aplicações chegaram após a leitura do relatório final na Comissão anteontem.

No relatório, que será votado pela Comissão nesta quinta-feira, a CPI pede ao Ministério Público a instauração de ação civil para ressarcimento das perdas aos fundos, que atinge 158 dirigentes e instituições privadas, além de ação penal contra 145 pessoas. Faz ainda 50 encaminhados a órgãos de controle e fiscalização para instauração de procedimentos administrativos.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA