CM7

 
Manaus, 24 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Amazonas / PIM / Comcast negocia compra do estúdio de animação DreamWorks

Comcast negocia compra do estúdio de animação DreamWorks

Da redação | 27/04/2016 19:00

RIO – A maior operadora de TV a cabo americana, a Comcast, está negociando a compra da DreamWorks, criadora de filmes como “Shrek” e “Kung Fu Panda”. A dona da Universal Pictures teria oferecido U$ 3 bilhões pelo estúdio de animação, de acordo com “The Wall Street Journal”.

Para o fundador e administrador da DreamWorks, Jeffrey Katzenberg, que já havia tentado vender o estúdio antes, a Comcast ofereceu proteção para um estúdio ainda pequeno e cujo preço das ações depende da bilheteria de seus filmes.

— Em termos de conteúdo, a animação é bastante valiosa e a DreamWorks tem uma performace abaixo da sua capacidade há alguns anos — afirmou Neil Campling, analista de mídia da Aviate Global. — Não é a primeira vez que ouvimos sugestões de que o estúdio estaria à venda.

As ações, na Bolsa de Nova York, da DreamWorks subiram nessa quarta-feira. O aumento de 17%, chegando ao valor de U$ 31,84, é o mais alto em dois anos. Com os ganhos, o valor de mercado da companhia é estimando em U$ 2,76 bilhões. As ações da Comcast chegaram a subir até 2,9 %, a U$62,79.

Katzenberg estava expendidado a DreamWorks para a televisão com a venda de séries de desenhos, como “A aventura do gato de botas” para a Netflix, para diminuir a dependência da empresa das bilheterias do filme. O que pode ter atraído a Comcast, que é dona do estúdio Illumination, produtora dos sucessos “Meu malvado favorito” e “Minions”, é a oportunidade de expansão em serviços online como a Netflix.

Especulações sobre vendas e fusões pairam sob a DreamWorks desde 2014, quando a empresa americana Hasbro e o grupo japonês SoftBank chegaram a fazer ofertas. Em 2015, Katzenberg reestruturou a empresa com o corte de 18 % dos funcionário e a venda da sede em Glendale, na Califórnia. O estúdio também se comprometeu a diminuir os custos de produção e reduzir a quantidade para dois filmes por ano. O fundador chegou a declarar que o foco seria tornar o negócio lucrativo.

A Comcast teve o seu melhor ano em 2015, mas tem o desafio de conseguir competir com os estúdios Walt Disney, proprietária da LucasFilm, Marvel e Pixar e que irá produzir um número recorde de filmes com orçamento estimado em bilhões de doláres. A Comcast, que também atua nos segmentos de televisão, filmes e parques temáticos, teve um lucro total de 38% no último ano.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA