Rio Preto da Eva – Dois policiais militares identificados como Everton Zaranza Portilho e Samuel de Freitas, foram presos nesta segunda-feira (2) suspeitos de integrarem um grupo criminoso pela prática de extorsão a cargas de caminhão no município de Rio Preto da Eva, a 80 KM de Manaus.

Segundo a polícia, uma vítima conseguiu fugir do grupo criminoso (com cerca de oito pessoas) e procurou um posto policial. A polícia foi até o local, mas seis dos criminosos conseguiram fugir. Os dois policiais foram detidos. 

A vítima contou para a polícia que estaria sendo ameaçada pelos criminosos em uma rodovia. Os policiais teriam pedido R$ 50 mil para liberar carga de sandálias, confecções e artigos de cama, mesa e banho.

No caminhão, foram encontrados diversos materiais de comércio que viriam para Manaus. Segundo a polícia, a carga está avaliada em R$ 900 mil.

Em nota, a Polícia Militar informou que estão sendo averiguadas todas as informações envolvendo os policiais e as devidas providências em torno do caso estão sendo tomadas e os PMs foram afastados das funções por determinação do Comandante Geral da PM.

Leia a nota na íntegra

A Polícia Militar do Amazonas informa que estão sendo averiguadas todas as informações relativas a uma ocorrência envolvendo policiais militares, na tarde desta segunda-feira (02) no município de Rio Preto da Eva, distante a 79 km de Manaus.

A Corporação informa ainda que a Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD) está no município tomando as devidas providências e os supostos envolvidos foram afastados das funções por determinação do Comandante Geral da Polícia Militar. 

A PMAM enfatiza que não compactua com abusos e excesso que contrariem a lei e a ordem, com o dever de sempre servir, proteger e preservar os direitos individuais e coletivos visando o bem comum, que todos os elementos apresentados durante a investigação serão rigorosamente apurados na forma transparente que o caso requer.