Manaus – Na manhã desta sexta-feira (14), o compositor Emerson Maia morreu aos 66 anos.

Ele estava internado há alguns dias em um hospital na capital, com tuberculose. O remédio utilizado para combater a doença atacou seu fígado, e ele não resistiu.

Emerson estava com quadro de cirrose, agravado, onde apenas um transplante de fígado poderia salvá-lo

“O pré-operatório já está em andamento e as custas ultrapassam R$ 30 mil. A previsão de custo total é de R$ 80 mil”, dizia a nota que anunciava uma vaquinha para arrecadar recursos.

Parintinense, Emerson era mais conhecido por seu envolvimento com os bumbás, tendo transitado entre o Boi Garantido e o Boi Caprichoso. Ele foi o compositor de muitas toadas de sucesso do vermelho e branco, como Lamento de Raça, Rio Amazonas, Toque de Midas e Sentei Junto ao Pé da Roseira. Emerson, além de compor, já foi amo do boi e também levantador de toadas.