Manaus – Nesta sexta-feira (31), o ex-prefeito de Parintins, Benedito Azevedo, morreu em um hospital na capital amazonense, aos 86 anos.

Benedito, que foi prefeito do município do interior nos anos de 1973 a 1977, já estava bastante debilitado por conta da luta que travava contra um câncer de próstata muito agressivo. Além de ex-prefeito, ele também era jornalista, advogado e procurador aposentado.

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, externou profundo pesar pela morte do procurador e ex-prefeito do município de Parintins, e irá decretar luto oficial de três dias na capital amazonense.

“Benedito foi um grande homem e um grande gestor público. É duro ver um amigo perder a luta para uma doença tão agressiva que enfrentei e consegui vencer. Deixo meus sinceros sentimentos a toda família e amigos mais próximos. Ele sempre será lembrado por sua exemplar trajetória como homem público “, disse Virgílio.

A primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, também lamentou a morte do ex-prefeito. “Minha solidariedade aos amigos e familiares do Benedito que tanto contribuiu para a cidade de Parintins e dedicou sua vida às questões públicas. Sem dúvida uma grande perda para o Amazonas”, lamentou Valeiko.