Manaus – A Yamaha participou nesta sexta-feira, dia 18 de setembro, de Ação Educativa, realizada na Av. Beira Rio, no Coroado, em frente à 11ª CICOM, com o projeto PIT STOP, de orientação aos motociclistas.

O Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), da Polícia Militar do Amazonas, está promovendo uma série atividades em comemoração à Semana Nacional do Trânsito, com diversos eventos educativos visando trazer conscientização a todos os envolvidos no dia a dia do trânsito, sejam eles pedestres, motoristas, motociclistas, ciclistas ou passageiros.

“A proposta do Projeto PIT STOP é ter caráter itinerante e ir onde o motociclista está. Dicas de segurança ‘no meio do caminho’ para que todos cheguem em segurança ao seu destino”, destaca Afonso Cagnino, Gerente de Relações Institucionais da Yamaha.

Dentre as prioridades da atuação institucional da Yamaha estão as ações de educação no trânsito e segurança do motociclista. O Departamento de Relações Institucionais trabalha em parceria com a ABRACICLO, autoridades de trânsito, concessionários de rodovia e sua rede autorizada em todo o Brasil, para propagar as melhores práticas na manutenção e condução de motocicletas por meio de ações Pit Stop, Moto CheckUp e Palestras. Somente ano passado foram atendidas 10.755 pessoas. As ações em 2020, suspensas após o início da pandemia, seguiram o mesmo percentual de atendimento nos dois primeiros meses do ano. A Yamaha espera que em 2021 possa retomar os projetos em toda sua totalidade, chegando aos números dos anos anteriores de mais de 10 mil pessoas atendidas.

No PIT STOP da Yamaha, é montado um ponto de atendimento aos motociclistas em uma área crítica indicada pela autoridade municipal ou gestor da rodovia, onde instrutores da Yamaha Riding Academy – YRA – ministram treinamento orientando os participantes sobre como evitar o ponto cego de veículos maiores, quando conduzindo motocicletas, e como se posicionar de forma segura entre os veículos no trânsito. Quando no local da ação há espaço e infraestrutura disponível, se realiza palestra em que se exibe vídeo que destaca a redução de velocidade como ato preponderante para diminuir a força de impacto em eventuais colisões. Ademais, se promove a verificação dos itens de segurança da motocicleta, como freios, pneus, sistema de iluminação e de transmissão. E ao final, o motociclista, como brinde por sua participação, recebe um “vale-troca de óleo” para ser utilizado na rede autorizada Yamaha. Foram realizados mais de 50 PIT STOPS de 2019 para cá em cidades como Campinas, Manaus, São Paulo, Sorocaba, Petrópolis, entre outras. 8.643 motociclistas foram atendidos nas ações.

Já a ação Moto CheckUp é uma iniciativa da ABRACICLO, associação que reúne os principais fabricantes de motocicletas instaladas no Brasil, em que a Yamaha atua com protagonismo. A iniciativa consiste na criação de um “circuito” no qual a motocicleta do participante passa por uma minuciosa avaliação de 21 itens de segurança. Na sequência, o motociclista participa de demonstração prática de técnica de frenagem; e ao final assiste a uma palestra com vídeo educativo. Em 2019 a ação Moto CheckUp ocorreu em Brasília, e impactou 2.112 motociclistas.

Com informações da Assessoria.