Manaus – Na tarde desta segunda-feira (29), o Complexo Viário Ministro Roberto Campos, foi inaugurado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto e Prefeitura de Manaus onde fizeram algumas orientações para os usuários do transporte coletivo. A obra ligará por duas passagens subterrâneas sob a avenida Constantino Nery, as zonas centro-sul e oeste da cidade.

“O complexo viário Ministro Roberto Campos é, de fato, a maior obra de mobilidade já construída em Manaus, seja por sua magnitude ou por sua funcionalidade, porque integra mais modernidade ao transporte coletivo e mais fluidez e segurança ao trânsito”, destacou o prefeito Arthur Neto. 

O complexo viário funcionará como um ‘miniterminal’ para os usuários que precisam passar por aquela localidade à sua residência, fazendo uso de apenas uma passagem. O valor pago pela passagem será debitada no cartão eletrônico (smart card) nas catracas. O passageiro que pagar passagem em dinheiro no seu ponto de origem, receberão cartão na plataforma inferior com um crédito, para fazer a integração.

Inovação

O embarque e desembarque de passageiros será feito por um conjunto de 20 portas automáticas, dispostas em ambos os lados da estação de transferência, que tem capacidade de receber até quatro ônibus articulados ou trucados com porta à esquerda por vez, dois em cada sentido da via. Totalmente fechada, para garantir o controle na entrada e saída do usuário, além de maior segurança, a estação terá sistema de monitoramento por câmeras. As portas automáticas terão abertura e fechamento acionados remotamente, por um sensor controlado pelos próprios motoristas dos coletivos. 

O presidente interino do Sindicato das empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), Marco Aurélio Feitosa, disse que todos os ônibus com portas na lateral esquerda farão parada na estação de transferência. “A identificação dos coletivos pelos usuários vai ser feita por meio das placas ampliadas nas laterais dos veículos, para fácil visualização. Então, assim que o motorista liberar a abertura das portas, por meio do sensor, o usuário poderá acessar o ônibus”, explicou.

Linhas de acesso

Na plataforma superior farão paradas na estação de transferência todas as linhas troncais que já utilizam a faixa exclusiva do transporte coletivo junto ao canteiro central da Constantino Nery e na plataforma inferior as linhas 019 que passa pelos bairros Vila Marinho, Compensa, Avenida São Jorge, 020 no Conj. Augusto Montenegro, Cel. Teixeira e Estação São Jorge.

Fonte: Asessoria da Prefeitura, adaptado por Jhennifer Cavalcante.