Manaus – Com previsão de investimento de R$ 320 milhões, em recursos próprios, o Plano de Obras de Verão, da Prefeitura de Manaus, chegou ao Monte Pascal, na zona Norte, onde oito das 25 ruas mapeadas na localidade já recebem serviços de recapeamento, tapa-buracos, recuperação de meios-fios, sarjetas e outras melhorias em infraestrutura viária.

“É um ousado plano de obras que, diferentemente dos demais, está sendo executado com recursos próprios”, disse o prefeito Arthur Virgílio Neto, em visita às obras no local, nesta quinta-feira, 14/6. “Há outros planos de obras, por aí, que contam com recursos federais e estaduais, mas Manaus se planejou e está entrando, sozinha, muito fortemente nos bairros com infraestrutura, como nenhuma outra cidade tem condições em fazer com seu próprio orçamento”, afirmou.

A meta é alcançar 10 mil ruas em todas as zonas da cidade, aproximadamente duas mil a cada mês. Além do asfalto, o Plano de Verão também prevê a modernização, quando necessário, com instalação de iluminação a LED; recuperação de canteiros centrais, limpeza, desobstrução de bueiros e serviços de drenagem profunda e superficial, além da recuperação de pontes.

“Estamos com mutirões de tapa-buracos na Cidade Nova, São José, no Alfredo Nascimento, Grande Vitória, entre outros pontos. Além disso, nossas equipes atuam na criação de novas alças de retorno na Bola do Produtor e na Ponta Negra, bem como na recuperação de pontes na avenida Brasil, Cecília Meirelles e iniciamos, também, a recuperação da ponte da rua 5, no bairro Alvorada, sem falar no trabalho de recapeamento noturno na Carvalho Leal, Itacolomi, entre outras ações”, destacou o secretário municipal de Infraestrutura (Seminf), Kelton Aguiar.

No Monte Pascal, zona Norte, os trabalhos se concentram nas ruas Beija-Flor, Uirapuru, Canarinho, Sabiá, Curió, Santo Afonso, Santa Beatriz, São Nicolau. Outras 17 vias também serão atendidas pela Seminf, incluindo o recapeamento na avenida Tenente Roxana Bonessi, conhecida como igarapé do Passarinho.

“Agora nossas crianças poderão brincar na rua, como eu também fazia quando era pequena. E, com o início dos jogos da Copa do Mundo, já dar até para enfeitar a rua e desenhar a bandeira do Brasil no chão”, brincou Karla Galvão dos Santos, moradora da rua Uirapuru.

Veja Mais: Bolsa Pós-Graduação 2018 classifica mais de 4,5 mil inscritos na primeira fase