Manaus – Os membros do Comitê de Obras Públicas integradas (Copi) se reuniram na manhã desta quarta-feira (25/07), no auditório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CREA-AM), situado na rua Costa Azevedo, nº 174, Centro, Manaus para falar sobre um portal e aplicativo voltados para a divulgação de obras de engenharia do setor público e privado e também sobre o balanço do III Workshop do Copi, durante a 36ª reunião do Comitê.

Na ocasião, o engenheiro da empresa Falcão Serviços de Engenharia, Luíz Felipe Falcão, apresentou ao Comitê o aplicativo Social Infra City e o portal www.infracity.social que estão em funcionamento desde janeiro de 2018 e reúnem notícias, localizador de obras, referências de órgãos do setor público e privado, eventos da área de engenharia, guia da construção, dentre outras ferramentas. De acordo com Falcão, este canal de comunicação tem como principal objetivo informar a respeito do andamento das obras de engenharia que são realizadas em Manaus e aumentar a interação com os órgãos públicos, privados e com a população mediante a colaboração de informações na produção das matérias.

A diretora-técnica da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam), Sissy Santos, deu continuidade ao encontro e solicitou que os membros do comitê expusessem as considerações sobre o III Workshop do Copi – Eficiência da Execução nas Intervenções em Áreas Públicas, realizado na Escola Superior de Tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas em 20 de junho. O analista ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), Hamilton Casara, sugeriu que nas próximas edições do Workshop houvesse maior abordagem acerca dos processos de licenciamento nas esferas municipal, estadual e federal para o aperfeiçoamento, segurança e celeridade na realização das obras públicas. Além dele, o Engenheiro Civil da Suframa, Carlos Almeida, ressaltou a importância de eventos como Workshop no que se refere ao conhecimento da sociedade sobre as obras públicas, bem como a integração das entidades envolvidas no evento “Quanto mais integração houver entre os órgãos públicos e empresas privadas, mais rápido serão atendidas as demandas da população o que trará benefícios à sociedade”, concluiu Almeida.