Manaus – Os jornalistas do Jornal A Crítica, Portal A Crítica e Manaus Hoje decidiram entrar em greve a partir da próxima segunda-feira (7), por tempo indeterminado. O motivo seria os constantes atrasos salariais. 

Após uma assembleia virtual, realizada na noite da última quinta-feira (3), os membros entraram em consenso a respeito da paralisação.

O comunicado oficial veio nesta sexta-feira (4), pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Amazonas (SJP/AM).

Confira o pronunciamento na íntegra:

“O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Amazonas (SJP/AM), por meio de sua presidente, Dôra Tupinambá, comunicou hoje à Empresa de Jornais Calderaro (Jornal A Crítica, Manaus Hoje e Portal A Crítica), aos usuários de seus serviços e à população que os jornalistas atuantes nesses veículos de comunicação realizaram assembleia geral virtual na noite de quinta-feira (3) e deliberam a deflagração de paralisação por tempo indeterminado de suas atividades, a partir da próxima segunda-feira (7), em razão de atraso de salário e outros direitos trabalhistas.
A situação vem se prolongando há anos. A Rede Calderaro de Comunicação optou por investir mais em suas televisões e nas rádios, relegando a último plano os jornais e o portal. O grupo paga o maior salário dos meios de comunicação em Manaus ao apresentador Sikêra Jr., por exemplo, mas vinha atrasando constantemente os salários dos profissionais que trabalham nos veículos impressos.
Manaus não registrava uma greve de jornalistas desde a década de 80.”