Manaus – O ex-candidato ao governo do Amazonas na eleição suplementar de 2017, Jardelvone Nogueira Deltrudes, mais conhecido como Jardel, é acusado de matar um homem, identificado como Juarez da Silva Barbosa, 26, com o gargalo de uma garrafa no bairro Compensa, Zona Oeste da capital.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça do amazonas, Jardel teria golpeado o tal homem no dia 14 de maio de 2001, por volta de 1h30 da madrugada. Segundo o processo, Jardel estaria bebendo com mais dois amigos, em um lanche localizado na rua Brasil, bairro Compensa I, quando houve um desentendimento em uma mesa próximo ao grupo. Durante a confusão, o autor do crime teria perseguido e matado Juarez.

A vítima deu entrada no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dois após o ocorrido. O Ministério Público do Amazonas propôs a denúncia por homicídio triplamente qualificado contra Jardelvone e seus dois amigos, Daniel Cativo Marques, mais conhecido como ‘Pelé’, e Ronaldo Ferreira da Silva, mais conhecido como ‘Arnaldo’. Mesmo com todas as provas e testemunhas do caso o processo foi extinto.