Águas de Manaus se compromete a resolver problemas de consumidores do Mutirão

Por Letícia Caxias em 9 de junho de 2021 às 22:09 | Atualizado 9 de junho de 2021 às 22:09

Manaus – Foi realizada no Centro de Convivência da Família, no bairro do Mutirão (zona Norte de Manaus), na tarde de quarta-feira (09), uma reunião com moradores, órgãos de defesa do consumidor e a concessionária Águas de Manaus, para tratar, principalmente, reclamações de contas com valores considerados abusivos. A iniciativa, que contou com a presença do Procon e de membros da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-AM, foi do deputado estadual, Álvaro Campelo (Progressistas).

Durante a reunião, a empresa assumiu o compromisso de que não haverá cortes no fornecimento de água, ou qualquer outra medida prejudicial aos consumidores, antes de resolver as questões apresentadas, como valores abusivos nas faturas, juros altos e a quebra de calçadas, sem o devido serviço de reparo.

Segundo o gerente de Responsabilidade Social da Águas de Manaus, Semy Ferraz, toda iniciativa dos órgãos de defesa do consumidor, ajuda no trabalho da prestadora de serviço. “Uma reunião como essa é importante, pois conseguimos entender o problema do consumidor individualmente. Algumas vezes, já passamos pelo local e como há metas, correria, terminam ficando para atrás alguns problemas. Então, é uma boa oportunidade para corrigir falhas e conhecer a realidade de cada cliente, adequando a capacidade de pagamento”, concluiu o gerente.

De acordo com o morador do Mutirão, Raimundo Avelino, há seis meses ele recebeu uma multa no valor de R$ 8 mil reais. “Estive na Águas de Manaus e lá parcelaram essa multa. Aqui na reunião, apresentei a minha situação e viram que não sou eu o errado e vão retirar a multa. Para mim ter esse tipo de acesso ajuda não apenas eu, mas a todos”, afirmou Avelino.

Para Álvaro Campelo, que é membro das Comissões de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa e da OAB-AM, realizar esse tipo de evento resulta numa possibilidade de resolução rápida dos problemas de centenas de consumidores. “Com a pandemia, infelizmente, tivemos que dar um tempo nessas ações, mas estamos retomando com força total esse contato direto com o consumidor e as concessionárias de serviços públicos para que as demandas sejam resolvidas num curto espaço de tempo e de maneira efetiva”, disse o deputado.

A concessionária estará, durante os próximos 7 dias, visitando as residências dos moradores que fizeram suas reclamações e, numa nova reunião, marcada para a próxima quarta-feira (16), anunciará as medidas a serem adotadas para a resolução dos problemas apresentados pelos clientes.

* Com informações da assessoria

Deixe seu comentário