Sindicato de Figueiredo pede a Câmara que apure denúncias de assédio contra Secretário de Turismo - Portal CM7
 

CM7

 
Manaus, 18 de novembro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Amazonas / Interior / Sindicato de Figueiredo pede a Câmara que apure denúncias de assédio contra Secretário de Turismo

Sindicato de Figueiredo pede a Câmara que apure denúncias de assédio contra Secretário de Turismo

Mais apuração

Da redação | 21/10/2017 20:18

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Presidente Figueiredo (Sinsep), Márcio Luiz Teixeira Bastos, encaminhou ofício a vereadora Patrícia Lopes Miranda, presidente da Câmara Municipal, pedindo ao poder legislativo do município da Região Metropolitana de Manaus que Comissão da Mulher, das Famílias, Direitos Humanos e Cidadania tome providências a respeito das denúncias de assédio moral e sexual praticado pelo ex-vereador e secretário de Turismo, Alexandre Bezerra Lins.

Márcio Luiz diz ainda no ofício que paralelo a ação policial e civil, a Câmara Municipal de Presidente Figueiredo deve apurar os fatos e assim não permitir que cai no esquecimento ou na impunidade.

“Nossas servidoras estão sendo as mais prejudicadas e na eminência de ainda serem elas punidas com a exoneração ou rebaixamento”, alerta o sindicalista, que fala em seu ofício encaminhada a vereadora Patrícia Lopes, das humilhações sofridas pelas servidoras no ambiente de trabalho.

Denúncias

O ex-vereador e hoje secretário de Turismo de Presidente Figueiredo, depois da turismóloga e servidora Kamila Fernanda Alves de Almeida, de 30 anos, registrar Boletim de Ocorrência por assédio moral teve mais novas denúncias contra eles desta vez registradas na 37º Distrito Integrado de Polícia, no município.

De acordo com o Termo Circunstanciado de Ocorrência que o Fato Amazônico teve acesso, uma mulher de 34 anos, que terá o nome preservado, esteve no dia 2 deste mês na delegacia de Presidente Figueiredo, onde disse ao delegado Valdinei Antonio Silva e a escrivã Blenda Miranda que desde meados de março deste ano seu chefe, Alexandre Bezerra Lins, passou a lhe mandar mensagens de Whatsapp.

A outra vítima, que também terá o nome preservado, esteve no mesmo dia 2 deste mês no 37º Distrito Integrado de Polícia para registrar que de maio a setembro deste ano vem sendo assediada moralmente por seu chefe, o secretário de Turismo, Alexandre Bezerra Lins.
De acordo com o registro na delegacia, nos dias 5 e 6 de agosto a mesma esteve à disposição do Tribunal Regional Eleitoral, mas ao entregar o documento a seu chefe, o mesmo não quis tomar conhecimento da declaração do TRE e mandou dar faltas a servidora e ainda determinou que ela trabalhasse de segunda a sexta no horário matutino.

Kamila denunciou primeiro

A denúncia de assédio moral veio à público no dia 4 do mês passado, quando o Fato Amazônico teve acesso a um Boletim de Ocorrência registrado no dia 22 de agosto, na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher, onde o acusado, que é ex-vereador e hoje secretário de Turismo no município de Presidente Figueiredo, Alexandre Lins.

De acordo com relatos da vítima no BO, que terá nome preservado para evitar represália, Alexandre Lins, tem pedido a ela fotos suas sensuais. A servidora informa ainda no boletim, que o fato vem se repetindo já há algum tempo.

Em uma das mensagens enviada via WhatsApp, Alexandre Lins diz: “Eu quero uma foto sua no banho bem sensual”. A servidora responde: “Eu acho que vc mandou a mensagem para a pessoa errada”.

O secretário de Turismo, não para por ai e ainda diz mais: “É para vc índia morena cor de jambo. Vc hoje dava uma capa de revista”.

Matéria do Portal Fato Amazonico

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA