Amazonas – “Estes kits vieram na hora certa”. É assim que Souzimar Brito, pai de duas crianças da Escola Estadual Nossa Senhora do Rosário, comunidade ribeirinha do município de Manacapuru, mostrou o seu contentamento ao receber dois kits do programa “Merenda em Casa”, iniciativa do Governo do Estado que tem como objetivo levar alimentos às casas de mais de 400 mil estudantes em todo o Amazonas, garantindo, assim, alimentação de qualidade aos alunos da rede estadual de ensino.

Agricultor, Souzimar conta que a pandemia causada pelo novo coronavírus prejudicou o trabalho. “Por conta do isolamento social, tivemos o nosso o trabalho autônomo prejudicado. Com isso, poder receber este benefício é uma iniciativa muito boa”, explicou o pai.

Durante esta segunda-feira (1º), aproximadamente 1,5 mil kits do programa foram distribuídos em 14 escolas do município, situado a 68 quilômetros de Manaus.  Até a sexta-feira (05/06), outras 4 mil cestas de alimentação escolar deverão ser distribuídas a estudantes da rede estadual do município, finalizando, assim, a primeira etapa de entregas em Manacapuru, como explica o coordenador regional de Educação, Paulo Itaciomar.

“Neste primeiro momento, a distribuição deve alcançar 5.401 estudantes de 14 escolas da rede estadual, até a sexta-feira. No segundo momento, outros 7.289 alunos terão acesso aos kits, o que contabiliza 12.690 estudantes contemplados com o benefício”, reforçou.

A primeira parte da entrega dos kits seguirá durante toda a semana, em dois períodos (manhã e tarde), nas 14 unidades de ensino da cidade. A segunda etapa da distribuição do benefício está prevista para acontecer ainda esta semana.

Força-tarefa – A secretária executiva adjunta do Interior da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, Ana Maria Araújo, esteve em Manacapuru, onde acompanhou a entrega do auxílio às famílias dos estudantes. “Nós montamos uma força-tarefa em todas as unidades escolares, a fim de realizar a entrega sem causar aglomeração e seguindo todos os protocolos de saúde. Em todas as escolas, disponibilizamos álcool em gel na entrada, bem como orientamos aos pais, responsáveis e alunos maiores de idade que respeitem a distância mínima de outras pessoas, evitando, assim, aglomerações e o risco de contágio pelo novo coronavírus”, contou.

Para Darci Gomes da Silva, que atualmente conta com duas crianças matriculadas na Escola Estadual Agra Reis, a distribuição das cestas do “Merenda em Casa” auxilia, ainda, famílias carentes do município. “Este benefício contribui diretamente para o rendimento de crianças durante o período de aulas on-line, bem como colabora com as famílias que tiveram seus ganhos prejudicados”, acrescentou.

Fiscalização – O presidente do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), Jezanias Souza, também esteve no início das entregas dos kits do “Merenda em Casa” e visitou postos de distribuição em Manacapuru. “Nossa função é fiscalizar e acompanhar iniciativas que integram os programas Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e de Regionalização de Merenda Escolar (Preme) e, ainda, o ‘Merenda em Casa’, com intuito de garantir que todos estes alimentos cheguem a estas famílias”, finalizou.

Fonte: Secom