Arsam aprova redução de horários das empresas de ônibus que realizam os serviços de transporte intermunicipal - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas

Adsense Responsivo

Arsam aprova redução de horários das empresas de ônibus que realizam os serviços de transporte intermunicipal

Postado por Marcus Barros - 26/05/2018 11:04    

Foto Divulgação / ARSAM

Manaus – Em razão da redução total de fornecimento de combustíveis para as empresas de ônibus regular que realizam o serviço de transporte intermunicipal, a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam) autorizou na sexta-feira, 25, a redução de 50 % dos horários de atividade das frotas a partir deste sábado, 26.

A solicitação de paralisação dos horários das empresas permissionárias Eucatur, Aruanã, Emtram, Master, Expresso Transamazônica foi feita pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros por Fretamento de Manaus (Sifretam) ao Departamento de Transportes Intermunicipais da Arsam, que, por conta da falta de combustível em decorrência da greve dos caminhoneiros, assentiu a redução do tempo de escala dos trajetos de Manaus-Itacoatiara e Itacoatiara-Manaus de 28 horários para 22 horários; Manaus-Presidente Figueiredo e Presidente Figueiredo-Manaus de 10 horários para 6 horários; Manaus-Novo Remanso e Novo Remanso-Manaus de 4 horários para 2 horários; Manaus-Balbina e Manaus-Balbina de 4 horários para 2 horários; Manaus-V. Abonari e Manaus- V. Abonaria de 4 horários para 2 horários; Manaus-Manacapuru e Manacapuru-Manaus de 32 horários para 13 horários; Manaus-Novo Airão e Novo Airão-Manaus de 6 horários para 5 horários.

De acordo com o Chefe do Departamento de Transportes da autarquia, Oziel Mineiro, a paralisação dos horários não tem previsão de alteração. “A Arsam visa assegurar o direito de ir e vir da população apesar das dificuldades encontradas pelas empresas de ônibus no que se refere à falta de combustível. A redução do tempo de trajetos visa minimizar os impactos trazidos pela greve dos caminhoneiros e vai permanecer até a normalização desta situação”, disse Mineiro.

Assessoria de comunicação ARSAM

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie nas Últimas Notícias
 
Aplicativo da Rádio CM7