Manaus –  A justiça condenou um homem a mais de 33 anos de reclusão por cometer feminicídio contra a ex-mulher no município de Tefé, a 522 km de Manaus. Segundo denúncia do Ministério Público Estadual, em maio de 2017, ele ateou fogo na vítima, que morreu em razão dos graves ferimentos. A sentença foi divulgada nesta sexta-feira (25) pelo Tribunal de Justiça do Amazonas.

O juiz da 1ª Vara da Comarca de Tefé, André Luiz Muquy, que presidiu o julgamento, fixou a pena do réu em 33 anos e 9 meses de reclusão, em virtude da culpabilidade exacerbada, visto que o crime foi premeditado, praticado com a utilização de fogo e associado ao feminicídio, que ocorre na presença de relação afetiva.