Governo do Amazonas publica decreto com mudanças no horário de restaurantes e bares; veja o que muda

Por Almeida em 5 de abril de 2021 às 7:26 | Atualizado 5 de abril de 2021 às 7:27

Amazonas – A partir desta segunda-feira (5), o Amazonas tem mudanças no decreto que restringe a circulação de pessoas durante a pandemia. Entre os destaques está a ampliação do horário de funcionamento de restaurantes e a liberação para a retomada de aulas do ensino médio e cursos livres. As medidas são por 15 dias.

Segundo o governador Wilson Lima, a ampliação foi feita pela necessidade de alguns segmentos retomarem as atividades e garantirem a manutenção dos empregos dos trabalhadores.

O Amazonas encontra-se na fase laranja da quarentena, que corresponde classificação de risco moderado para transmissão de Covid-19, segundo o governo do Estado.

Confira as mudanças no decreto:

A restrição de circulação de pessoas passa a ser de 0h às 6h.

Restaurantes, lanchonetes e bares que funcionem como restaurantes podem funcionar de 6h às 23h de segunda a sábado e, aos domingos, das 7h às 16h, com capacidade máxima de 50%. Nesses locais, delivery liberado por 24h. Drive-thru liberado de 6h às 23h;

Fica autorizado às instituições privadas o funcionamento das escolas do ensino médio e cursos livres, como escolas de idiomas.

Autorizado funcionamento do Colégio Militar de Manaus (CMM), administrado pelo Exército.

Permitido funcionamento de balneários, parques aquáticos e clubes recreativos de segunda a domingo, de 7h às 16h, respeitando a capacidade de 50%.

Funcionamento de flutuantes, das 9h às 16h, de segunda a domingo, com até 50% de ocupação.

Feiras da ADS e dos Produtores, que vendem direto à população, podem funcionar das 16h às 20h.

Escritórios podem funcionar das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira, com taxa de ocupação de 50% e evitando a presença de maiores de 60 anos, ainda não vacinados com as duas doses e portadores de comorbidades reconhecidas pelo PNI.

Galerias e mini-shoppings funcionam no mesmo horário das lojas de rua, das 9h às 17h.

Permitido o funcionamento de barcos-hotéis, desde que não haja visitação a comunidades tradicionais ribeirinhas.

Marinas e os cursos de arrais amador ficam autorizadas a abrir das 06h às 16h, de segunda a domingo.

O transporte em embarcações a jato poderá ser realizado com 70% da ocupação, especificamente para viagens de até 1 hora de duração.

Com informações do G1.

Deixe seu comentário