Amazonas – A Bacaba (que empresta o nome a este site) é uma fruta muito popular na Amazônia. Parecido com o açaí, seu fruto é um caroço pequeno e arredondado, com uma massa branco-amarelada recoberta por uma casca roxa-escura, que dá em cachos nos galhos da bacabeira, uma palmeira nativa da região que atinge até 20 metros de altura.

O modo de preparo da Bacaba é igual ao do açaí. Após colhidos, os caroços são lavados e deixados de molho, em água quente, para amolecer a casca e facilitar a retirada da polpa em uma despolpadeira industrial, parecida com um liquidificador, movida por um motor elétrico. Na Região Norte do Brasil, essa máquina é conhecida como “Batedeira”.

Após retirado o vinho, a Bacaba é servida gelada ou natural, misturada com açúcar e farinha de mandioca ou de tapioca. Fica tão deliciosa quanto o seu parente famoso.

Na Amazônia, a Bacaba é vendida nos mesmos estabelecimentos onde é comercializado o açaí. Porém, sem a popularidade deste, a Bacaba ocupa um lugar secundário nas “batedeiras” e na mesa das famílias da região. Até no preço ela fica atrás do seu primo ilustre: um litro de vinho da Bacaba vale a metade do que é cobrado pela mesma quantidade de açaí.

Quando o assunto é valor nutricional, a Bacaba não perde em nada para o açaí. Ela é rica em proteínas e carboidratos. Seu vinho é uma poderosa fonte de energia, que fornece 212 quilocalorias em 100g do produto. A mesma quantidade de carne de boi, por exemplo, fornece 70% menos quilocalorias, apenas 140 Kcal.

A vantagem da Bacaba, em relação a outros alimentos ricos em calorias, é o seu alto teor de ácidos graxos (a gordura boa), que ajudam na produção do colesterol bom e reduz o ruim, e grande concentração de fibras alimentares, que regulam o funcionamento do intestino. Seu vinho tem ação antioxidante que combate os radicais livres, substâncias que destroem as células do corpo humano e causam o envelhecimento precoce e algumas doenças crônicas. Ou seja, além de nutritiva, a Bacaba ajuda a manter a juventude da pele e a saúde.

Como alimento, o vinho da Bacaba é recomendado para pessoas que desempenham atividades que consomem muitas calorias, como, por exemplo, os atletas. Mas também é recomendado para quem precise de uma alimentação rica em vitaminas e proteínas ou necessitem ganhar peso.

Os índios e os caboclos da Amazônia sempre souberam do poder nutritivo do vinho da bacaba. Depois de um dia cansativo de trabalho na floresta, eles costumam repor suas energias complementado suas refeições com uma gostosa “cuia” desse maravilhoso produto.

Logo, logo, a Bacaba será a “bola da vez” da geração saúde. Fará parte das dietas de academias e consultórios de nutrição de todo o mundo, assim como já acontece com o açaí.