Manaus – Após receber dois novos monitores de sinais vitais, a maternidade da rede estadual Nazira Daou abriu nesta semana dois novos leitos de Recuperação Pós-Anestesia (RPA). A medida vai permitir a ampliação do número de laqueaduras realizadas na unidade de 20 para 40 procedimentos por mês. A laqueadura é um procedimento cirúrgico cujo objetivo é impedir que a mulher engravide.

Localizada no bairro Cidade Nova, na zona norte de Manaus, a maternidade é referência na rede para esse tipo de procedimento. Segundo a diretora da unidade, Andrea Gonçalves, a demanda por laqueadura já chegou a 50 processos por mês.

“A gente tinha uma demanda muito retraída, porque as pacientes de laqueadura concorriam pelos leitos com as pacientes de cesariana e curetagem. Com os monitores novos foi possível abrir mais dois leitos, que serão voltados exclusivamente para pacientes de laqueadura”, disse Andrea.

De acordo com a diretora, neste primeiro momento, já no mês de novembro, a meta é fazer duas laqueaduras por dia, de segunda à sexta-feira. Mas a ideia é aumentar gradualmente o número de procedimentos. Andrea explica que, apesar da grande demanda na unidade, outras maternidades da rede estadual também realizam laqueadura.

Na Nazira Daou, o acesso ao serviço ocorre por meio da oferta de fichas. São distribuídas 20 por dias, em três dias da semana (segunda, quarta e sexta-feira). Se a paciente atender aos requisitos estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS), ela é encaminhada para a cirurgia.

Aparelhos – A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) está entregando neste mês de outubro 90 monitores de sinais vitais multiparamétricos e 40 desfibriladores cardíacos a unidades da rede estadual da capital e do interior. Avaliados em R$ 4 milhões, os equipamentos foram doados pelo MS.

Em Manaus, os aparelhos estão sendo distribuídos para 22 unidades de saúde, entre fundações, prontos-socorros, Serviços de Pronto Atendimento (SPAs), hospitais infantis e maternidades. No interior, os equipamentos vão ser enviados para os hospitais de 14 municípios. A Susam oferecerá um treinamento aos servidores sobre a operação dos aparelhos.

Os equipamentos são produzidos no Brasil por meio da Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP), estabelecida entre o Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), a empresa de dispositivos médicos Lifemed e o Departamento do Complexo Industrial e Inovação em Saúde (Deciis) do Ministério da Saúde.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, os equipamentos chegam em boa hora, pois significam economicidade para o Estado e ainda a oportunidade de modernização do parque tecnológico de assistência à saúde. “Alguns monitores que usamos hoje são alugados. Portanto, essa remessa que chega vai nos permitir reduzir o valor de locação e ainda renovar os equipamentos próprios das unidades que precisam ser trocados devido ao tempo de uso”, disse o secretário.

Lista de unidades de Manaus que irão receber os equipamentos

• Fundação de Medicina Tropical
• Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio
• Fundação e Hospital Adriano Jorge
• Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo
• Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto
• Hospital Francisca Mendes
• Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas
• Hospital Infantil dr. Fajardo
• Instituto de Saúde da Criança do Amazonas
• SPA Danilo Correa
• SPA Joventina Dias
• SPA Zona Sul
• Hospital e Pronto-Socorro Infantil Zona Sul
• Hospital e Pronto-Socorro Infantil Zona Leste
• Hospital e Pronto-Socorro Infantil Zona Oeste
• Maternidade Azilda Marreiro
• Maternidade Nazira
• Maternidade Ana Braga
• Maternidade Balbina Mestrinho
• Maternidade Alvorada
• Instituto da Mulher Dona Lindu
• Maternidade Chapot Prevost

Lista municípios do interior que irão receber os equipamentos

• Manacapuru
• Itacoatiara
• Lábrea
• Tapauá
• Manicoré
• Humaitá
• Barcelos
• Atalaia do Norte
• Santa Isabel do Rio Negro
• Juruá
• Eirunepé
• São Gabriel da Cachoeira
• Beruri
• Rio Preto da Eva