Manaus – Nesta segunda-feira, 26, completou 24 horas que um rebocador naufragou no rio Amazonas, próximo a Comunidade São Pedro, no Paraná da Eva. O acidente aconteceu no domingo, por volta das 14h, durante o forte temporal.

A esposa do capitão da Marinha Mercante, Jairo Moura, que segue desaparecido, fez Boletim de Ocorrência (B.O) denunciando o desaparecimento do marido. A família também fez denúncia ao Instituto de Proteção Ambiental da Amazônia  (IPAAM). A embarcação estava transportando óleo diesel para socorrer outro rebocador que estava sem combustível na Boca do Madeira.

Com mais de 30 anos de experiência, a vítima tentou nadar da embarcação para a beira, distante uns 10 menos, mas foi levado pela correnteza do rio Amazonas.

Dos quatro tripulantes, somente o capitão Jairo Moura segue desaparecido.

Na manhã desta segunda-feira, um sobrinho e um irmão da vítima acompanhou as buscas numa voadeira da empresa. Imagens mostram a embarcação virada e atracada.