Manaus 35º
quinta-feira - 19 de maio de 2022

Aeroportos no interior do Amazonas recebem investimento de R$ 60 milhões para modernização e segurança

Compartilhe
Governo do Amazonas investe R$ 60 milhões para modernizar e dar segurança aos aeroportos no interior

Amazonas – Desenvolver e ampliar a estrutura aeroportuária do interior do estado é uma das metas do governador Wilson Lima com o programa Aero Mais Amazonas. Ao todo, estão sendo investidos R$ 60 milhões, entre recursos próprios e verba federal, para a revitalização de aeroportos em oito cidades amazonenses.

O Aero Mais Amazonas engloba investimentos nos aeroportos de Maués, Lábrea, Fonte Boa, Novo Aripuanã, Humaitá, Pauini, Itacoatiara e Parintins. Na Ilha tupinambarana, os trabalhos já foram concluídos. O programa é executado pela Secretaria de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra) e a determinação do governador é que a pasta siga captando recursos para promoção de melhorias em outras cidades.

Os projetos incluem serviços de recapeamento de pista de pouso e decolagem, pista de taxiamento e pátio de estacionamento de aeronaves; limpeza de faixa de pista; construção de cerca operacional e revitalização de sinalização horizontal, entre outras melhorias.

Com recursos próprios do Estado, já foram executadas obras de manutenção e revisão no aeroporto Júlio Belém, de Parintins. Os trabalhos estão em andamento nos aeroportos de Pauini e Itacoatiara.

Além disso, a Seinfra elaborou o projeto do aeroporto de Novo Aripuanã, que agora está em fase de licitação para o início das obras. O projeto, orçado em R$ 13,2 milhões, contempla ampliação e pavimentação de pista de pouso e decolagem, pista de taxiamento de aeronaves e pátio de estacionamento de aeronaves; construção do terminal de passageiros e construção de cerca operacional.

“Novo Aripuanã foi um aeroporto que nós submetemos (o projeto) à análise da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), da SAC (Secretaria Nacional de Aviação Civil), e foi aprovado. Estamos estruturando com uma pista mais ampla, terminal de passageiros, era um aeroporto capacitado apenas para receber táxi aéreo, e agora vai poder receber um ATR-42, uma aeronave de maior porte, para que seja mais atrativo para as companhias”, destacou Lizandra Brugnara, secretária adjunta de planejamento da Seinfra.

“A gente entende que, quanto maior o avião que pode pousar ali, maior o número de passageiros, e isso reflete também no custo da passagem, você acaba tendo passagem com preços mais acessíveis. Nosso objetivo no programa Aero Mais Amazonas é diminuir o custo da passagem, para que a gente deixe o sistema aeroportuário regional acessível para a população amazonense”, concluiu Lizandra.

Em outra frente, coordenada pela Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), foi feita a reforma do aeroporto de Barcelos. Principal destino da pesca esportiva do Amazonas, a cidade ganhou novo aeroporto e, desde o início do mês de maio, passou a ter um voo regular pela Azul Linhas Aéreas. A estrutura foi entregue pelo governador também com o objetivo de melhorar a infraestrutura turística da região.

Aeroportos outorgados para o Estado

O Aero Mais Amazonas também inclui uma parceria com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) para aeroportos que passarão a ser administrados pelo governo estadual.

De acordo com a Seinfra, do total de 13 aeroportos que serão administrados pelo estado, 11 já tiveram as outorgas assinadas: Anori, Barcelos, Carauari, Eirunepé, Fonte Boa, Lábrea, Manaus, Manicoré, Maués, Nova Olinda do Norte e Santo Antônio do Içá. Os outros dois, Itacoatiara e Borba, estão em processo de assinatura.

“Toda a infraestrutura aeroportuária, toda a administração do aeroporto e todo o alinhamento para que esse aeroporto não só seja melhorado fisicamente, mas que eles sejam atrativos para que as companhias aéreas passem a voar com mais frequência nesses aeroportos, é nossa responsabilidade”, detalhou Carlos Henrique Lima, titular da Seinfra.

A Seinfra também presta suporte técnico e financeiro às prefeituras que cuidam dos outros 26 aeroportos existentes no Amazonas.

“Estamos apoiando as prefeituras em melhorar a infraestrutura e que esses aeroportos sejam adequados e estejam bem avaliados pelos órgãos do Governo Federal. São aeroportos que nós vamos melhorar não só terminais, mas toda a infraestrutura de pista, para possibilitar voos inclusive noturnos”, disse o secretário de Infraestrutura.

Por Agência Amazonas

Vitória Supermercados