Suicídio: Casal 'universitário' é encontrado morto em Hotel de Luxo

A polícia encontrou uma carta junto com os corpos dos estudantes universitários Kaena Novaes Maciel, de 18 anos, e Luís Fernando Hauy Kafrune, de 19 anos. O casal foi encontrado morto no domingo (16) dentro do hotel Maksoud Plaza, localizado no bairro Bela Vista, centro de São Paulo.

Em um trecho da carta, a menina teria escrito: “Sei que estou fazendo todos sofrerem, mas isso é necessário para que eu pare de sofrer. Obrigada por tudo que vocês fizeram por mim”. De acordo com o boletim de ocorrência do caso, também existiam “passos” de como “aproveitar a morte”

Segundo os investigadores, a carta falava sobre um pacto que o casal teria feito, que justificaria a morte de ambos. O documento foi encaminhado para a perícia para dar andamento à investigação

Familiares de Kaena contam que, no dia do crime, a jovem disse que iria a um shopping com Luís, mas que não voltou para casa. Ao rastrear o paradeiro da filha por meio de um aplicativo, o pai da jovem conseguiu ver que ela estava no hotel por meio da localização do celular dela

Algumas pessoas puderam ouvir os barulhos dos tiros no hotel, mas os corpos só foram encontrados no 15º andar do hotel depois que o pai encontrou a localização da filha

A investigação segue a linha de que houve um homicídio seguido de suicídio. Kaena estava no primeiro ano do curso de Engenharia Aeroespacial e Luis cursava Ciências Biomédicas. 

A investigação também analisa a arma utilizada no crime. Sabe-se que o padrasto de Kaena, delegado aposentado, tinha armas em casa e que uma delas sumiu há poucos dias. A polícia busca entender se há ligação entre a arma utilizada no hotel e a que desapareceu

Fonte Portal R7

ver mais notícias