Ribeirinhos encontram corpo boiando no rio Solimões, mas não é do delegado desaparecido (Imagens fortes)

Um corpo esqueletizado de um homem foi encontrado boiando, no Rio Solimões, próximo à comunidade Costa do Terra Nova, no Careiro da Várzea (a 23 quilômetros de Manaus), na manhã desta sexta-feira (9). O delegado 35ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), David Jordão, informou que ribeirinhos suspeitam que a assada seja do delegado Thyago Garcez, mas a polícia acredita também na hipótese de pertencer a um homem que praticava furtos a embarcações na localidade, que caiu no rio na última terça-feira(6).À reportagem, a mulher do delegado, Viviane Garcez (29), informou não acreditar que o corpo seja de Thyago. Conforme informações da polícia, o homem encontrado usa aparelho ortodôntico amarelo e estava vestido com camisa azul de mangas longas e short vermelho. “Meu marido nunca iria para uma operação vestido dessa forma. Ele usava aparelho, mas não era amarelo”, afirmou a mulher.
De acordo com o delegado Jordão, o corpo foi encontrado por ribeirinhos, que acionaram a polícia ao suspeitarem que o homem fosse o delegado, que desapareceu ao cair no Rio Solimões, na noite da última segunda-feira (5), em Coari, durante um tiroteio com traficantes de drogas.
Para o delegado, a polícia ainda não descartou a suspeita de o corpo ser de Garcez, mas também acredita que seja de outro homem. Segundo explicou, na última terça-feira, um grupo de criminosos se envolveu em um tiroteio, no Careiro Castanho, durante o furto de uma embarcação.
“Poder ser desse homem também, porque moradores viram quando uma pessoa foi baleada e caiu no rio. Estamos apurando tudo ainda”, afirmou Jordão.  

Veja fotos Imagens fortes 

 ( 

 

 

ver mais notícias