Justiça determina transferência de Garotinho para penitenciária de Bangu

RIO – A Justiça determinou, na noite desta quinta-feira, a transferência do ex-governador Anthony Garotinho, para o presídio José Frederico Marques, no Complexo de Bangu. A decisão foi tomada pelo juiz responsável pela 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, Glaucenir de Oliveira. De acordo com o delegado da Polícia Federal Paulo Cassiano, a equipe da PF já está no Hospital Municipal Souza Aguiar, e a transferência vai acontecer a “qualquer momento”.garotinhopf

A cadeia em questão conta com estrutura médica e, segundo o entendimento dos investigadores e da Justiça, tem capacidade de atender o ex-governador. Garotinho irá para o mesmo Complexo para onde foi encaminhado Sérgio Cabral, preso nesta quinta-feira

A temporada de Garotinho no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio, irritou a Polícia Federal. A Secretaria municipal de Saúde informou hoje que, durante um exame de esforço, Garotinho relatou “dor intensa” no peito, o que pode indicar obstrução nas artérias. Os médicos, então, agendaram para a segunda-feira um cateterismo para investigar se há mesmo a interrupção. O hospital afirma que seguiu o “protocolo da Sociedade Brasileira de Cardiologia”.

O exame está marcado para o Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro, no Humaitá. A atitude, sem prévia comunicação às autoridades, irritou o delegado responsável pela investigação, Paulo Cassiano.

— A atitude do Souza Aguiar está sob suspeita para nós. Estamos tentando ver uma maneira de fazer a transferência. Foram marcados exames em outro estabelecimento hospitalar, mas isso não pode ser feito sem autorização do juízo, porque ele é um preso e está escoltado pela Polícia Federal — disse o delegado, antes da decisão da Justiça.

Procurada para comentar as críticas, a Secretaria de Saúde não respondeu.

Preso sob a acusação de comprar votos, coagir testemunhas e apagar provas, Garotinho sentiu-se mal durante o processo de transferência — ele seria levado para Campos dos Goytacazes, onde, supostamente, cometeu os crimes.

 

O ex-governador, então, foi encaminhado, no início da noite de quarta-feira, do Instituto Médico Legal (IML), onde realizava o exame de corpo de delito, para o Souza Aguiar. Desde aquele momento, a PF defendia que Garotinho seguisse para o presídio José Frederico Marques, no Complexo de Bangu, já que a unidade dispõe de estrutura médica.

DEFESA RECLAMA

Garotinho, por sua vez, pleiteou transferência para um hospital particular, mas não foi atendido. O advogado do ex-governador, Fernando Fernandes, reclamou da postura da PF. Em nota, disse que os investigadores “querem se sobrepor a ordens médicas” e pôr em risco a saúde do ex-governador.

O juiz responsável pelo mandado de prisão, Glaucenir de Oliveira, ainda vai decidir se determinará a transferência de Garotinho para uma penitenciária capaz de oferecer assistência médica. A defesa do ex-governador entrou, ontem, com mais um pedido de habeas corpus. Um pedido anterior foi negado pela Justiça.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/justica-determina-transferencia-de-garotinho-para-penitenciaria-de-bangu-20483698#ixzz4QPihq2PE
© 1996 – 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

ver mais notícias