Homossexual assassino é executado com vários tiros

Mais um bandido com passagens pela Polícia  em crimes de tráfico de drogas e por  envolvimento em um homicídio é assassinado em Cuiabá. Beneficiado pelo regime semiaberto, mas que deveria estar preso,  o homossexual Wagner Pereira Soares, 26 anos, traficante e assassino, foi executado com pelo menos seis tiros por volta de 1h30 da madrugada desta terça-feira, 25.

O crime, segundo a Polícia Militar (PM), aconteceu na Rua Itamar, no bairro Planalto, na periferia de Cuiabá. 

Segundo as primeiras investigações da PM, ainda no local do crime, Wagner estava em liberdade condicional há menos de quatro meses e estaria “marcado para morrer”.Wagner, segundo a Polícia, já cumpriu pena Centro de Ressocialização de Cuiabá.

Wagner, em maio de 2011, executou Luiz Cesar da Silva Sobrinho, de 24 anos, após uma discussão no bairro Novo Mato Grosso, nas proximidades da Avenida dos Trabalhadores.

O que mais chama atenção é que ele foi morto no mesmo modus operandi que matou seu desafeto. O crime em 2011 ocorreu no dia 30 de maio, na madrugada. Wagner foi executado no dia 25 de maio e durante a madrugada

O corpo dele foi removido do local do crime para o Instituto Médico Legal (IML) após ser liberado por investigadores da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), chefiados pela delegada Alana Cardoso.

 A Polícia Militar fez buscas pela região logo após o crime, mas não conseguiu pistas dos matadores, que teria fugido em uma moto. Até o momento ninguém foi preso.

 

ver mais notícias