'Eu amo muito a Simone', escreveu suspeito de acorrentar e matar mulher

Na casa onde uma mulher foi encontrada morta, seminua e acorrentada na cama em São José do Rio Preto (SP), foi encontrada uma foto da própria vítima. A investigação da Polícia Civil aponta que o suspeito escreveu declarações amorosas e elogios físicos para Simone de Moura Lopes no verso da imagem.

 

“Eu amo muito a Simone” e “Eu gosto da Simone” foram algumas das frases escritas pelo homem, de 64 anos, na foto. O suspeito, que está foragido, era ajudado pela vítima com aulas de alfabetização.

“A equipe de investigação trabalha com todas as hipóteses desde o dia do encontro do corpo da vitima. Tudo indica que ele vinha desejando sexualmente essa pessoa com palavras elogiosas aos atributos físicos dela e dizendo que a amava. O fato dele ter sumido isso chama muita atenção”, disse o delegado Fernando Tedde.

ver mais notícias