Dentro de hospital público, PM saca arma e aponta para médico no DF

Inconformado com o adiamento da cirurgia do filho, um policial militar apontou a arma para um médico que se identificou como “chefe da ortopedia”. A cena foi gravada por uma das pessoas que estavam no Hospital Regional de Santa Maria, no Distrito Federal, nesse sábado (8), no momento da confusão, que foi parar na delegacia. As informações são do Correio Braziliense.

 

“Você não sabe com quem está falando”, disse o PM, antes de sacar a arma ao médico. Ele, por sua vez, retruca: “Você é um bosta”. Nesse momento, o PM retira a pistola da cintura, em meio a pacientes, médicos e seguranças do hospital. “Fala agora que eu sou um bosta”, grita o policial com a arma apontada para o médico. “Estou falando com você numa boa, por quê você não chega e fala comigo?”, continuou o policial, com a pistola em punho.

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que o paciente, filho do policial militar, foi internado no dia 29 de março com um quadro de bursite na região do cotovelo. No dia 30 do mesmo mês, ele foi submetido a procedimento cirúrgico de drenagem da inflamação e tratamento com antibióticos. Em 5 de abril, como ainda persistia a inflamação, foi solicitado parecer à infectologia, que, na sexta-feira (7), recomendou substituição do antibiótico e realização de cultura para identificação do agente causador da inflamação. Nesse sábado (8), foi marcada nova cirurgia.

A operação estava agendada para o período da manhã, mas teve de ser adiada para 12h, pois um outro paciente em estado grave teria dado entrada no hospital. A confusão começou quando o policial foi informado do adiamento da cirurgia. Ainda de acordo com a nota da Secretaria de Saúde, “por precaução, a direção do hospital orientou o médico a interromper seu plantão e a Secretaria de Saúde vai apurar a conduta do médico no episódio”.

ver mais notícias