Casal suspeito de estuprar bebê de 1 ano é preso na região de Curitiba

Uma dona de casa de 29 anos e um caminhoneiro, de 41, foram presos em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), suspeitos de abusar sexualmente de um bebê de um ano.813354545
Eles são mãe e padrasto da criança, respectivamente, segundo a polícia, e foram presos na semana passada, após denúncia da própria mulher.

De acordo com a denúncia dela feita à Polícia Civil, o caminhoneiro a agredia e a ameaçava, dizendo que divulgaria os vídeos pornográficos em que ela e o filho apareciam. Os crimes, conforme a polícia, eram cometidos por ordem dele.

A mulher contou que fugiu para a casa do pai, em Iretama, no oeste paranaense, em 17 de julho deste ano, depois de ser agredida e mantida em cárcere privado pelo marido. O homem, no entanto, foi buscá-la no local e a levou de volta para a região de Curitiba, forçadamente.

Ao saber do sumiço da mulher, a polícia suspeitou de sequestro e foi até a casa em que o casal morava, em São José dos Pinhais. Lá, encontraram os dois e um pendrive com fotos eróticas da mãe e da criança, além de mais de 40 vídeos em que a suspeita se relacionava sexualmente com o filho.

O caminhoneiro foi preso em flagrante e indiciado por extorsão mediante sequestro, pedofilia, estupro de vulnerável e rufianismo, crime por obrigar a esposa a se prostituir. Ele foi levado para o Centro de Triagem, em Curitiba.

casal_preso_abuso_crianca

A mulher foi foi encaminhada para a Penitenciária Feminina de Piraquara e também responderá por estupro de vulnerável. Ela recebeu atendimento específico para mulheres vítimas de violência doméstica, de acordo com a polícia.

A Polícia Civil relatou que, durante as investigações, também descobriu que a ex-mulher do caminhonheiro, com quem ficou casada por 17 anos, sofreu os mesmos crimes. Um novo inquérito, específico do caso, foi instaurado para apurar as denúncias.

ver mais notícias