Sexo virtual pode causar transtornos psicológicos, diz especialista

Esse comportamento, quando repetido, causa o aumento de transtornos de sexualidade agravantes

naom_57ebd7300cf53

Hoje em dia um grande número de pessoas tem uma “vida sexual on-line” bastante ativa, quer seja para suprir a falta de relações pessoais físicas, quer seja pelo prazer obtido através desse tipo de sexo. Com a inserção cada vez maior da sociedade no mundo virtual, o sexo feito através da internet não é mais relegado como um fetiche e já figura entre uma das principais fontes de prazer.

Segundo o psicólogo e consultor em relacionamentos, Alexandre Bez, esse comportamento, quando repetido, causa o aumento de transtornos de sexualidade agravantes, ansiedade e uma considerável estabilização de um padrão repetitivo obsessivo e compulsivo.

O especialista lembra que o quadro de transtorno tende a piorar quando ocorre a impotência sexual, pois quando a pessoa se encontra em uma situação real constata um sério problema: adquiriu previamente um transtorno de disfunção erétil ao menos 40 anos antes da normalidade.

“Não há nenhuma possibilidade desse indivíduo viciado em pornografia virtual conseguir ter uma atividade sexual normal com uma parceira, gerando assim uma severa síndrome do pânico. Normalmente é indicado para o tratamento dessa patologia, a terapia intensiva em conjunto com o uso de medicação prescrita pelo psiquiatra”, explica Alexandre.

ver mais notícias