Violência deixa quase mil alunos sem aula na região da Providência

RIO – O clima de tensão no Morro da Providência e arredores por conta dos tiroteios entre policiais militares e traficantes ocorridos entre a noite de quinta-feira e a madrugada de sexta-feira causou a suspensão das aulas no turno da manhã em duas escolas, uma creche e um Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) da rede municipal de ensino. Ao todo, 975 alunos foram prejudicados pela violência na região, que causou a morte de seis pessoas, uma delas um policial do Batalhão de Operações Policiais (Bope), e ferimentos outras quatro, sendo duas delas também PMs. Por meio de nota, a Secretaria municipal de Educação informou que o conteúdo das aulas será reposto.

Policiais do Bope fazem, na manhã desta sexta-feira, uma operação pente fino no Morro da Providência. Eles percorrem a comunidade em busca de suspeitos de integrarem o tráfico de drogas na região. Policiais do Batalhão de Ações com Cães (BAC) também vasculham o morro em busca de armas e drogas.

ver mais notícias