Suspeito de participação em estupro coletivo é preso

RIO – Um dos suspeitos de participação do estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos no Morro do Barão, na Praça Seca, na Zona Oeste do Rio, foi preso no início da tarde desta segunda-feira. Raí de Souza, de 22 anos, se entregou na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav), no Centro. Em depoimento, Raí admitiu ter sido o responsável pela divulgação das imagens na rede social.

Mais cedo, o advogado de Raí já havia afirmado que ele se apresentaria à polícia. Além dele, Lucas Perdomo Duarte Santos, de 20, também é aguardado na Dcav. Os dois estão entre os seis acusados de envolvimento no crime que tiveram as prisões decretadas.

No início da manhã, a Polícia Civil fez uma operação em várias comunidades à procura dos envolvidos no caso e que já são considerados foragidos. São eles: Sérgio Luiz da Silva Júnior, conhecido como Da Russa, Marcelo Miranda da Cruz Correa; Raphael Assis Duarte Belo; Michel Brasil da Silva e Lucas Perdomo Duarte Santos. Raí também era considerado foragido.

Da Russa é apontado como chefe do tráfico do Morro do Barão, na Praça Seca. Os agentes estiveram na Cidade de Deus e na comunidade do Rola, além dos bairros do Recreio dos Bandeirantes, Taquara e Praça Seca, todos na Zona Oeste.

ver mais notícias