Seis mil ainda são afetadas em decorrência das chuvas

RIO – Cerca de 6 mil pessoas ainda estão desabrigadas ou desalojadas no Estado do Rio devido às chuvas, segundo levantamento divulgado, nesta quinta-feira, pela Secretaria estadual de Assistência Social e Direitos Humanos. Duas pessoas morreram no temporal de segunda-feira. Um homem em Saquarema e um idoso, em Silva Jardim. A situação ainda é grave em Maricá. Mesmo com o escoamento da água, moradores ainda não podem voltar para suas casas. Na cidade, duas mil pessoas continuam desalojadas e 500 estão desabrigadas. Alguns moradores do andar térreo dos prédios do condomínio Carlos Marighella, do programa Minha Casa Minha Vida, em Itaipuaçu, já estão retornando para casa, mas a maioria continua em abrigo.

São dez municípios atingidos. Em São Gonçalo, na Região Metropolitana, 338 pessoas estão em duas escolas municipais. Em Araruama, na Região dos Lagos, 121 pessoas estão desabrigadas. A situação, até o momento, é a seguinte nas demais cidades:

Itaboraí: 166 pessoas desabrigadas.

Tanguá: as famílias já retornaram para casa.

Saquarema: 887 pessoas desabrigadas.

Silva Jardim: 345 pessoas desabrigadas.

Cachoeiras de Macacu: 2 mil pessoas desalojadas e 200 pessoas desabrigadas, que estão em dois abrigos.

Iguaba Grande: 63 famílias afetadas.

Rio Bonito: cinco famílias desalojadas.

Itaboraí: 166 pessoas desabrigadas.

ver mais notícias