Polícia conclui inquérito sobre morte de quatro pessoas eletrocutadas

Rio – O inquérito que apurou a morte de quatro pessoas de uma mesma família em São Gonçalo, eletrocutadas na Rua Marechal Floriano, em Neves, no dia 3 de janeiro, já foi concluído pela Polícia Civil. Um cabo de média tensão se rompeu e atingiu o carro das vítimas, que estava estacionado em frente ao portão da casa de parentes. Uma outra pessoa da família ficou ferida. O caso foi investigado pela 73ª DP (Neves). A delegada responsável pelo inquérito vai detalhar o caso na tarde desta terça-feira durante entrevista coletiva na delegacia.

Na ocasião, o cabo da rede elétrica da rua caiu sobre o carro da família. Rafael Sérgio Alcântara Oliveira, de 55 anos, acabara de pôr seu caçula, um bebê de 9 meses, dentro do carro. O irmão da criança, Lucas Alcântara de Oliveira, de 13 anos, tentou tirar o irmão do veículo e também recebeu uma descarga elétrica. O pai dos meninos, Rafael, e seu padrasto, Adão Orlando Silva Moraes, de 87 anos, também levaram choque ao tentarem ajudar as duas crianças. Todos morreram na hora. A avó das crianças, Maria Nazaré Alcântara de Oliveira, de 60 anos, ficou ferida ao tentar ajudar os parentes.

A concessionária de energia Ampla divulgou uma nota, na época, informando ter identificado um curto-circuito de grandes proporções na noite em que ocorreu a tragédia. Segundo a empresa, ele teria sido provocado pelo choque de um objeto na rede perto do local onde o cabo se rompeu.

ver mais notícias