Polícia Civil realiza operação em seis comunidades

RIO – A Polícia Civil realiza na manhã desta terça-feira a Operação Horkos com o objetivo de desarticular quadrilhas de traficantes nas comunidades dos morros do Juramento, Urubu, Primavera, Jorge Turco, dos Macacos e no Complexo da Pedreira. A ação, que tem a participação de agentes da 27ª Delegacia de Polícia (Vicente de Carvalho) com o apoio do Departamento Geral de Polícia da Capital (DGPC), do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e do Setor Aéreo Policial (SAER), visa a cumprir 41 mandados de prisão preventiva. Ao todo, 350 policiais participam da operação.

De acordo com o delegado Felipe Curi, titular da 27ª DP, as investigações duraram sete meses, período em que foi possível identificar os principais líderes em atividade nas comunidades e ainda descobrir que traficantes de droga atualmente possuem mais uma fonte de renda: o roubo de cargas e de veículos.

A Polícia Civil realizou um trabalho de inteligência e descobriu os núcleos de atuação da organização criminosa e seus respectivos responsáveis. Foram descobertos núcleos de roubo de cargas e de veículos, de comercialização de drogas sintéticas, bem como os traficantes líderes das comunidades, que comandam a comercialização de drogas e armas.

Segundo o delegado, “o principal objetivo da investigação foi a identificação de toda a cadeia criminosa atuante nas localidades investigadas, bem como a identificação dos diversos traficantes e de algumas lideranças do tráfico que até então passavam despercebidas da atuação policial, uma vez que sequer possuíam anotações criminais e se deslocavam livremente sem ser incomodadas. Com a desarticulação dessa organização criminosa, espera-se uma significativa redução dos roubos de veículos e de cargas”.

Os indiciados responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de armas, roubo e tortura, cujas penas somadas ultrapassam 30 anos de prisão.

Haverá uma entrevista coletiva às 10h desta terça-feira na Cidade da Polícia.

ver mais notícias