“Me dei mal nessa”, diz bandido ao tentar aplicar golpe do falso sequestro em policial

RIO – Três pessoas foram presas em flagrante ao tentarem aplicar o golpe do falso sequestro nesta terça-feira. As prisões, no entanto, aconteceram sem muito esforço. É que o alvo dos bandidos era o chefe de operações da Divisão Anti-Sequestro.

Durante a tarde, ele recebeu uma ligação com pedido de resgate referente ao seu filho. O criminoso era Maciel Marinho de Queiroz, de 35 anos, que está preso na penitenciária Milton Dias Moreira, em Japeri, por roubo a carga. Por telefone, eles negociaram o valor de R$ 4.300 para o resgate. O ponto de encontro para o pagamento seria próximo ao Mercado São Sebastião, na Penha.

No local, os policiais prenderam Luiz Carlos Teixeira de Souza Junior, de 19 anos, que pegou o pacote de dinheiro conforme combinado pelo telefone. Em seguida, outro agente disse a Maciel por telefone que ninguém tinha aparecido para apanhar o dinheiro. Foi então que o bandido redirecionou para um segundo local, a Praça 13 de Julho, em Cordovil. Lá, Doralice Souza de Araújo, de 32 anos, foi presa.

De acordo com o titular da especializada, delegado Claudio Gois, Luiz Carlos e Doralice confessaram o crime e entregaram Maciel Marinho como o chefe da quadrilha. Após as prisões, o policial se identificou ao chefe do bando que respondeu: “Me dei mal nessa”.

Os agentes foram até a penitenciária de Japeri e encontraram dois celulares e seis chips com Maciel. Ele será levado para a Divisão Anti-Sequestro, onde será autuado pelo crime.

ver mais notícias