Mais um acusado de participação em estupro coletivo é transferido para Bangu

RIO – Mais um suspeito de participar do estupro coletivo de uma jovem de 16 anos no Morro do Barão, na Zona Oeste do Rio, foi transferido para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu. Raphael Assis Duarte Belo, de 41 anos, que fez uma selfie com a vítima desacordada ao fundo, deixou a Polinter, na Cidade da Polícia, na tarde desta sexta-feira. Ele estava preso desde a quarta-feira.

O juiz do Fórum Regional de Jacarepaguá autorizou, na noite de quinta-feira, a soltura de Lucas Perdomo Duarte Santos, transferido nesta quinta-feira para Bangu, segundo informou sua advogada, Renata Barcellos. O jovem, de 20 anos, é suspeito de envolvimento no estupro coletivo. A decisão foi tomada após a delegada Cristiana Bento, titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav), ter pedido à Justiça a revogação da prisão. Ela frisou, no entanto, que ele continuará sendo investigado mesmo fora da prisão:

— Ainda é cedo para afirmar que Lucas é inocente. Pedi a revogação de sua prisão temporária porque não há provas suficientes de sua suposta participação no estupro coletivo. Raí aparece no vídeo em que a vítima aparece nua e desacordada; Lucas, não. Não há testemunhas que indiquem a presença dele no local do crime. Esse, no entanto, é um ponto de vista meu. Nada impede que o juiz avalie.

O horário da soltura, no entanto, ainda não foi definido. De acordo com a advogada de Lucas, isso só deve acontecer mais tarde, pois o oficial de justiça do Fórum de Bangu, responsável por levar alvarás de soltura ao Complexo Penitenciário de Gericinó, espera reunir documentos relativos a outros presos para ir até o sistema prisional. Isso deve acontecer, segundo ela, depois das 14h.

ver mais notícias