Iphan analisa tombamento de Passarela do Samba e do MAC

RIO — Na próxima sexta-feira, o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vai se reunir para analisar a proposta de tombamento de mais três obras do arquiteto Oscar Niemeyer. Entre elas, duas situadas no Rio de Janeiro: a Passarela do Samba, na cidade do Rio, e o Museu de Arte Contemporânea (MAC), em Niterói (RJ). O terceiro candidato a tombamento é o Conjunto de edificações projetadas do Parque do Ibirapuera (SP). Se forem aprovados, os três bens serão integrados aos outros 24 monumentos do arquiteto que já foram tombados pelo órgão federal desde 6 de dezembro de 2007.

A 82ª reunião que acontece no Palácio Gustavo Capanema, no Centro do Rio de Janeiro, será marcada pela comemoração dos 80 anos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), quando também será apresentado um balanço e evolução da política de tombamento no Brasil.

ver mais notícias