Em meio a crise, secretário de Fazenda do Rio tira folga até dia 25

RIO — Em meio ao agravamento da crise econômica que castiga o estado do Rio, o secretário de Fazenda, Julio Bueno, se afastou, nesta sexta-feira (15) do trabalho presencial na pasta por dez dias, até o próximo dia 25. Segundo assessores, ele segue despachando por telefone e se inetirando de assuntos da pasta. Fontes garantem que Bueno, sob forte tensão devido aos problemas nas finanças do estado, recebeu uma espécie de “ultimato” do seu cardiologista. Hipertenso, ele já sofreu uma cirurgia cardíaca.

— O médico disse que ou ele tirava três dias de folga ou virariam três meses — contou uma fonte da Fazenda.

O cardiologista recomendou até que o secretário deixasse o cargo, o que foi descartado. A família de Bueno, preocupada, também teria pressionado o secretário a tirar folgas.

ver mais notícias