Disque Denúncia recebeu 22 ligações sobre caso de estupro

RIO — O Disque Denúncia informou que, desde a última quarta-feira (25) até as 10h desta segunda-feira (30), recebeu 22 denúncias com informações sobre a localização dos envolvidos de participar do caso de estupro coletivo, na Praça Seca. A delegada Cristiana Miguel Bento, titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), afirmou que está em contato direto com o serviço desde o início do caso, e que e todas as denúncias que chegam à central são repassadas imediatamente para a delegacia.

Em 2016, o Núcleo de Violência Doméstica (NVD) informou que 77 denúncias sobre abuso e 97 denúncias sobre exploração sexual foram cadastradas na central. Só em 2014, o serviço recebeu 810 ligações relatando abuso sexual e 801 denúncias sobre exploração sexual. Em 2015, as denúncias com esses dois assuntos diminuíram 30%: foram 558 sobre abuso sexual e 574 sobre exploração sexual. Apesar da redução, o número de casos de exploração sexual infantil teve aumento de quase 3%. Segundo informações do serviço, a Zona Oeste reúne maior incidência desses crimes.

O Disque-Denúncia informa ainda que recebe de forma anônima as denúncias sobre violência contra crianças e adolescentes pelos telefones 2253 1177 (capital) ou 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local). O serviço funciona de segunda à sábado, das 7h às 23h30.

ver mais notícias