Australiano desaparecido teve surto psicótico após ingerir droga, segundo a polícia

RIO – O australiano Ray Hunt, desaparecido desde o último dia 21, entrou em um surto psicótico após ele e o amigo Mitchell Shephard terem ingerido uma droga conhecida como “Michael Douglas”, que tem o mesmo princípio alucinógeno do ecstasy. De acordo com a delegada Elen Souto, responsável pela investigação do caso, ele desapareceu depois do episódio.

Ryan e o amigo aspiraram a droga, que devia ser diluída em água, ainda no hostel em que estavam hospedados, na Lapa e saíram para a festa “Raízes da Lapa”, no mesmo bairro, na madrugada de sexta para sábado. No local, o australiano fez novamente uso da droga, segundo a delegada, além de ingerir bebida alcoólica. A mistura fez com que ele e o amigo entrassem em surto.

– Os dois entraram em um surto psicótico e foram expulsos da festa, às 6h da manhã do dia 21, alegando que estavam sendo perseguidos e que queriam matá-los. Eles voltaram para o hostel e decidiram antecipar a ida para a Bolívia, que estava planejada para o dia 24 – contou a delegada.

Ainda de acordo com a delegada, Ray foi visto no dia seguinte, na Ilha de Cotunduba, a 3km do Leme, por um pescador, ainda em surto. Segundo a testemunha, ele estava pedindo água. Os bombeiros de Botafogo foram acionados, mas ninguém foi encontrado no local.

ver mais notícias