Assembleia de docentes da Uerj aprova pedido de adiamento do vestibular

RIO — A Associação dos Docentes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) aprovaram, na tarde desta quarta-feira, em ampla maioria, a proposta de enviar ao Conselho Universitário o pedido de adiamento do vestibular 2017. Cerca de 200 profissionais da educação participaram da reunião, que durou cerca de três horas.

De acordo com a Associação dos Docentes, o resultado da votação é positivo, uma vez que pressiona o Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Csepe) a discutir a proposta. Um ofício foi elaborado pelos docentes e será entregue à reitoria da Uerj, que deverá convocar uma reunião extraordinária para tratar do assunto. A princípio, a primeira prova do vestibular da Uerj está marcada para 12 de junho, e a segunda, dia 11 de setembro. Cerca de 80 mil estudantes se inscreveram no exame.

Na reunião, também ficou decidida a manutenção da greve. Além disso, os profissionais pedem o cancelamento do atual calendário acadêmico, que não está sendo cumprido. A próxima assembleia está marcada para o dia 17 de maio, às 14h.

PROTESTO DE ALUNOS

Na manhã desta quarta-feira, uma manifestação de estudantes da Uerj fechou por cerca de duas horas o sentido Centro da Avenida Radial Oeste, na Zona Norte do Rio, a partir da Rua São Francisco Xavier. O protesto fez parte de uma série de atos programados pelo movimento Ocupa Uerj para marcar o terceiro mês de greve de professores.

ver mais notícias