Praia de Botafogo recebe escultura de garrafas PET

RIO – Uma escultura feita em garrafas PET ficará exposta até o dia 20 de julho na Praia de Botafogo para chamar atenção sobre a poluição de plástico nos oceanos. Com 12 metros de extensão e três de altura, a construção, chamada de “Plastic Madonna”, mostra uma mulher deitada nas areias, amamentando um bebê no colo. Responsável pela obra, o artista plástico Eric Fuly conta que foram utilizadas cerca de cinco mil garrafas PET.

— Essa obra representa o ciclo da vida. O conceito veio do artista holandês Peter Smith, que também está construindo uma parecida com materiais de uma impressora 3D. Aqui, demos uma cara mais brasileira para ela. Tem gente que diz que faz uma referência a Iemanjá, por exemplo. É uma obra aberta, mas o ponto principal é alertar sobre o alto consumo e destinação do plástico, além de mostrar que é possível transformar o material em arte — afirmou.

De acordo com o artista plástico, a ideia é, depois do dia 20 de julho, a escultura seja exposta em outro pronto, aproveitando o período dos Jogos Olímpicos, que serão realizados entre os dias 5 e 21 agosto.

ver mais notícias