CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Você Precisa Saber / Manauaras pensaram em discos voadores, mas eram Balões do Google no céu de Manaus

Manauaras pensaram em discos voadores, mas eram Balões do Google no céu de Manaus

Da redação | 27/04/2017 21:38

As luzes no céu de Manaus deixaram os manauenses curiosos por volta 18h desta quinta-feira (27). Segundo Paulo Medeiros, 22, criador do Club de astronomia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), os objetos observados são balões do Google e fazem parte do projeto Loon, desenvolvido pela multinacional americana para levar internet para áreas sem acesso.

Ele explica que uma rede de balões viaja na borda do espaço, com o objetivo de levar internet para pessoas em áreas rurais e remotas em todo o mundo. Segundo Medeiros, os cinco balões podem ser vistos no final da tarde. “Eles não têm luz própria e podem ser vistos por causa do reflexo do sol. É possível ver também satélites, mas eles passam em uma velocidade maior que a dos balões” disse.

Conforme o site do Projeto Loon, a internet de alta velocidade é transmitida ao balão mais próximo dos parceiros de telecomunicações no solo, retransmitida para a rede do balão e depois para os usuários no solo. Desde o início do projeto, já foram percorridos 19 milhões de quilômetros em voos de teste, com um dos balões batendo o recorde de permanecer na estratosfera por 190 dias.

É possível acompanhar pelo Flight Radar a movimentação dos balões: https://www.flightradar24.com/-3.09,-59.98/11

Club de astronomia da Ufam

Com telescópios usados no projeto desde 2011, o Club de astronomia da Ufam realiza reuniões todas as quarta-feiras, às 18h, para observação. Segundo Paulo Medeiros, os encontros acontecem no campo de futebol da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF) e qualquer pessoa pode participar. 

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA