Vídeo mostra vigia agonizando após levar mais de 20 facadas de presidiário em Manacapuru

O vigilante Manoel morreu após levar mais de 20 facadas no corpo, em sua residência. A vítima era funcionário público Municipal trabalhava como vigia.

O assassinato de um vigia Manoel Geraldo dos Santos, de 55 anos, conhecido por Prachales na quarta-feira (3) em sua residência localizada na Rua José Francisco, bairro de São José em Manacapuru (distante 73 km de Manaus).

O crime teria sido motivado por vingança, o suspeito Max Willian Cardoso Cramer, de 19 anos, que é presidiário, foi preso na tarde do mesmo dia do crime, o motivo do crime seria que o mesmo teria sido denunciado por Geraldo após ter cometido um crime anteriormente..

O vigilante Manoel morreu após levar mais de 20 facadas no corpo, em sua residência. A vítima era funcionário público Municipal trabalhava como vigia.

De acordo com a polícia, o acusado foi visto saindo da casa da vítima, após cometer o crime. A polícia foi acionada e em uma ação da rápida da PM, Max foi preso. Com várias passagens pela polícia, o acusado cumpre pena por roubo e estava em regime aberto há poucos meses.

ver mais notícias