Vídeo inédito da confissão de Elize Matsunaga mostra como ela matou e esquartejou o marido, herdeiro da Yoki

Vídeo inédito mostra como foi o julgamento que condenou Elize Matsunaga a 19 anos, 11 meses e um dia de prisão pelo assassinato e esquartejamento do marido, Marcos Matsunaga, herdeiro da empresa Yoki.

As filmagens foram feitas pela Justiça no final de 2016, durante os sete dias de júri. A mulher chorou por quatro horas ao responder às perguntas feitas pelo juiz Adilson Paukoski Simoni, advogados de defesa e jurados.
No plenário 10 do Fórum da Barra Funda, na Zona Oeste, jornalistas e plateia ouviram as versões de como Elize matou o empresário com um tiro na cabeça e porque usou uma faca para esquarteja-lo em 19 de maio de 2012. Marcos tinha 41 anos. Elize completou 35 durante o julgamento.

Elize alegou que não teve a intenção de matar o executivo. Que isso ocorreu após discutir com Marcos sobre uma amante dele, uma prostituta, que foi descoberta por um detetive particular que contratou. A bacharel disse que só atirou após ter sido xingada e agredida pelo marido.
“Ele começou a me xingar, ele me deu um tapa”, disse Elize. “Ele tava vindo em cima de mim. Ele não ficou parado. Eu não sei. Não sei o que ele queria fazer. Eu disparei”.

O julgamento teve início no dia 28 de novembro e terminou na madrugada do dia 5 de dezembro. O júri popular a condenou por homicídio qualificado por recurso que impossibilitou a defesa da vítima e destruição e ocultação de cadáver.

ver mais notícias