Vereador de Presidente Figueiredo chama colega de 'gorda' e diz que manda na Câmara Municipal da cidade

Há pouco mais de 30 dias após a abertura dos trabalhos na Câmara Municipal de Presidente Figueiredo, o clima entre os vereadores não é dos melhores. Isso porque, no último fim de semana, foi vazada uma conversa pelo aplicativo WhatsApp, em que o vereador Jonas Castro (PSB) faz revelações comprometedoras sobre a atual presidente casa, Patrícia Lopes (PMDB), a quem ele considera ‘aliada’.

 

Na mensagem, o parlamentar insinua que a presidente exerce a função de ‘fachada’ e, ainda, que ele é quem

está por trás de todas as decisões tomadas na Câmara. A conversa passou a ser compartilhada em grupos do WhatsApp desde o último sábado (4) e tem gerado especulação entre os 11 vereadores que compõem a casa legislativa. No texto, Jonas Castro ainda faz comentário preconceituoso contra Patrícia Lopes.

 

“A ‘gorda’ está lá só pra esquentar cadeira, quem dá as ordens sou eu”, dispara o vereador. Após a repercussão da mensagem, os comentários nos bastidores da política local são de que trata-se de desavenças internas na busca pelo ‘pódio’, isto é, o comando da Câmara.

 

O fato é que, até o início deste ano, os vereadores Jonas Castro e Patrícia Lopes, se autodeclararam aliados políticos. Porém, o que aparenta é que a parceria não tem dado certo, e que a busca pelo poder tem falado mais alto.

 

Votação

 

Patrícia Lopes, que cumpre o seu terceiro mandato como vereadora no município, foi eleita presidente da Câmara no dia 1º de janeiro de 2017, com seis votos, incluindo o dela. O grupo que a elegeu é formado pelos parlamentares Jonas Castro (PSB), Fernando Vieira (PSD), Assis Arruda (PSDB), Inês Sampaio (PSB) e Anderson Leal (PMDB). Após a vitória, a chapa assumiu a mesa diretora da casa legislativa e garantiu que fará oposição ao Executivo Municipal.

Com Informações do blog http://blogdomarcellmota.com/politica/vereador-chama-aliada-de-gorda-e-cobica-presidencia-da-camara-de-figueiredo/

 

ver mais notícias