“Tendo os olhos cheios de adultério, nunca param de pecar, iludem os instáveis e têm o coração exercitado na ganância. Malditos!” 2 Pedro 2:14

Descendo do Salto – Para duas mulheres casadas que sairam das páginas sociais para o caderno de Polícia 

Uma história de amor, se é que podemos falar que adultério regado à maldade é “Amor”. Famílias destruídas, casamentos desfeito e a vergonha para os familiares.

Essas duas mulheres só pensaram no momento, da aventura em viver perigosamente um caso de amor, escondido e cheio de desejo carnal, ninguém pensou no marido que estava inocentemente trabalhando ou na esposa que espera em casa. Os três egoístas e sem caráter. Como tem tantos outros vivendo a mesma coisa em Manaus, a cidade de maior número de adultério de mulheres do país.

O resumo dessa história fatídica e cruel do trio de mentirosos e adúlteros foi à condenação dos envolvidos e a vergonha de ver um homem chorando no depoimento e o outro rindo pela tragédia de “amor e traição” envolvendo seu nome.

O que a Bíblia fala do adultério, veja 

“Não adulterarás”. Êxodo 20:14

“Eu odeio o divórcio”, diz o Senhor, o Deus de Israel, e “o homem que se cobre de violência como se cobre de roupas”, diz o Senhor dos Exércitos. Por isso tenham bom senso; não sejam infiéis.” Malaquias 2:16

Cobiçar a mulher ou o homem alheio é uma forma de adultério. A Bíblia diz em Mateus 5:27-28 “Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.

“Mas eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, faz que ela se torne adúltera, e quem se casar com a mulher divorciada estará cometendo adultério”. Mateus 5:32

“Todavia, aos casados mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido. Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.” 1 Coríntios 7:10,11

Pedro escreveu um alerta sobre um tipo de pessoa considerada maldita:

“Tendo os olhos cheios de adultério, nunca param de pecar, iludem os instáveis e têm o coração exercitado na ganância. Malditos!” 2 Pedro 2:14

““Eles têm os olhos cheios de adultério”, no grego é muito mais vigorosa, literalmente significa: “Têm os olhos cheios de uma adúltera.” Muito provavelmente, como foi sugerido, isto signifique que em cada mulher vêem uma possível adúltera. Consideram a toda mulher com olho calculador e luxurioso, perguntando-se se pode ser persuadida e como pode gratificar seu cobiça. “A mão e o olho são os agentes do pecado”, diziam os mestres judeus. Como o assinalou Jesus, tais pessoas olham para cobiçar (Mateus 5:28), chegaram a tais extremos que já não podem olhar sem sentir apetências carnais.

Tal como Pedro apresenta estas atitudes vê-se que há nelas um horrível e deliberado propósito. Essa classe de gente padece uma desenfreada ambição por coisas que não têm direito algum de possuir. Nas traduções faz falta toda a frase para expressar o que diz a palavra grega pleonexia.

Pleonexia significa o desejo de possuir mais daquelas coisas que a gente não tem sequer direito de desejar, e menos de possuir. É um quadro horrível. No original a palavra traduzida habituado é a mesma que se usa para descrever o atleta que está treinado para participar nas competições. Esta gente em realidade treinou, capacitou e ensinou sua mente e seu coração para concentrar-se com exclusividade nos desejos proibidos.

Deliberadamente lutaram contra a consciência até destruí-la; deliberadamente lutaram contra Deus até expulsar o de suas vidas; deliberadamente pelejaram contra seus melhores e mais nobres desejos até eliminá-los; deliberadamente se prepararam para dedicar-se às coisas proibidas. Suas vidas foram uma horrorosa batalha para destruir a virtude e para capacitar-se nas técnicas do pecado.

Resta nesta passagem ainda outra acusação. Já seria muito lamentável que essa gente se enganasse somente a si mesma, mas o pior é que também enganam a outros. Apanham almas que não estão firmemente estabelecidas na fé. A palavra traduzida seduzem é deleazein, que significa caçar com uma isca. O homem torna-se realmente mau quando se dedica a fazer com que outros sejam tão maus quanto ele.
Toda pessoa terá que assumir a responsabilidade de seus próprios pecados, mas agregar a isto ainda a responsabilidade pelo pecado de outros é a carga intolerável.” 2 Pedro (Comentário William Barclay) 61- 62

Algumas pessoas se iludem pensando que serão felizes e realizadas vivendo em pecado. Mas além de ser contrário à vontade de Deus, vale lembrar que todo divórcio é traumático.

Não tenha dúvidas de que antes de tomar uma decisão tão séria o melhor a fazer é orar pedindo ao Senhor que tenha misericórdia de vocês e derrame o Seu Espírito e Seu amor no coração de cada um e transforme e renove a mente, os pensamentos e sentimentos de vocês. Lute por seu casamento!

Lembre-se de que amor é uma escolha diária. Não dá pra dizer que se ama alguém sem conviver, pois é na convivência, diante dos defeitos do outro que o amor é provado e se desenvolve ou não…

Nunca pense que o pecado seja a solução para algum problema ou tristeza. Não é sábio arriscar a salvação por propostas aparentemente atraentes do inimigo.

Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte. Provérbios 14:12

Se você tem pensado na possibilidade do divórcio sem que tenha havido prostituição, pare aos pés de Jesus e encontre aos pés do Salvador a saída. Ele nos propõe perdão, nos propõe crer no recomeço. Ele nos diz para crer nEle e renovar as forças. Ele nos diz que pode fazer ressuscitar o que já está morto e fazer qualquer casamento ter novo sentido. Para Deus não há impossibilidades!!!!

Eu lhe desafio a crer poder de Deus para realizar o milagre!!!
Convide seu cônjuge para orarem juntos pra que Deus abençoe e proteja o casamento de vocês.

ver mais notícias