Socorro Guedes decide que José Melo fica no cargo até o julgamento no TSE

A presidente do TRE-AM, Socorro Guedes, não acolheu o pedido da coligação ‘Renovação e Experiência’ de Eduardo Braga para que durante o processo de cassação de José Melo, o atual governador fosse afastado de suas funções, assim como seu vice Henrique Oliveira.

Melo e Henrique foram cassados pelo TRE-AM por compra de votos nas eleições de 2014 e recorreram no TSE e para a desembargadora, devem continuar no cargo até que o julgamente termine no Tribunal Superior Eleitoral. 

Eduardo Braga, da coligação contrária a José Melo, estava em Manaus na espera da decisão. Caso não fosse a favor de Melo, o ministro de Minas Energia, que foi o segundo colocado nas eleições, iria assumir dentro de trinta dias o governo do Amazonas.

 

ver mais notícias